Cachoeira da Pancada Grande

O Rio Cachoeira Grande deságua das encostas florestais e cascata sobre uma escarpa que forma a bonita Cachoeira Pancada Grande, cujas margens são cobertas de Mata Atlântica. Com 61 metros a Pancada Grande é a cachoeira mais alta do litoral baiano e é um símbolo da região, atraindo milhares de visitantes a cada ano. A piscina natural no pé da cachoeira é ideal para banhar-se. No local existe um píer que proporciona vistas privilegiadas, perfeito para fotografias. No por do sol, centenas de andorinhas (Cypseloides senex) voam em cima da cachoeira, chegando, milagrosamente, nas rochas atrás da cortina de água cadente onde encontram abrigo seguro.Vale visitar esse espetáculo, mesmo se estiver só de passagem pela região.

Localização – Como chegar
Há uma placa sinalizando a estrada que segue a cachoeira na BA-001, aproximadamente 1 km ao sul de Ituberá e 8 km ao norte de Igrapiúna. Siga a estrada ao longo da margem norte do Rio Cachoeira Grande (também conhecido como Serinhaém ou Mariana) por 2 km onde a estrada bifurca. Neste local há uma placa sinalizando a direção certa. O visitante deve virar à esquerda, seguindo o rio por mais 250 m até o estacionamento. Deixe o veículo no estacionamento e ande mais 300 m pela estrada de chão até a cachoeira. A estrada é transitável o ano inteiro. É bom lembrar que a curva na BA-001onde a entrada para Pancada Grande se situa é muito perigosa, e é aconselhável tomar maiores cuidados, especialmente vindo do sul.

Horários de Visitação
A cachoeira está aberta das 8 às 17 horas, 365 dias/ano. Somente pessoas com limitações físicas terão permissão para seguirem em seus veículos até a cachoeira. As demais caminharão os últimos 300 m até a mesma. Dois funcionários da Michelin estarão presentes no local durante o horário de visitação: um no estacionamento e outro na cachoeira.

Infraestrutura
Há um banheiro aberto durante as horas de visitação e uma lanchonete funcionando durante os meses de verão, localizada 150 m antes da cachoeira.

Segurança
A Michelin não se responsabiliza por qualquer objeto perdido ou furtado. Lembre-se de trancar seu veículo e não deixe pertences de valor à toa. Mesmo que o rio seja raso (4 m de profundidade na parte mais funda) e não existam correntes perigosas, já houve casos de afogamentos no passado. Aconselhamos, então, que as crianças não fiquem sem supervisão de adultos e que pessoas com problemas de saúde não entrem na água. As rochas são escorregadias e, por esse motivo não tente escalá-las e não tente andar nas pedras no topo da cachoeira. Não é permitido qualquer tipo de rapel.

Regras de Conduta
A Cachoeira Pancada Grande está localizada dentro da Reserva Ecológica Michelin e está aberta ao público gratuitamente. Pedimos que as pessoas respeitem as regras de conduta que seguem:

  1. Entre na água apenas se souber nadar;
  2. Não escale as rochas;
  3. Crianças precisam estar sempre acompanhadas;
  4. Apenas 10 pessoas por vez podem ficar no píer;
  5. É proibido pular do píer;
  6. Coloque o lixo nos recipientes indicados;
  7. Se fizer um piquenique, não faça no píer ou em locais de acesso à água;
  8. Música alta (aparelho de som ) não é permitida, porém música com instrumentos acústicos sim;
  9. Em casos de emergência, avise ao funcionário de plantão, que ele solicitará socorro. Nossos funcionários usam um traje distinto, de fácil identificação.

Taxas
A entrada para visitação da cachoeira é gratuita.

Outras atrações
Os 172 ha da Mata Atlântica são abertos ao público durante as horas de visitação (VEJA O MAPA).

Não temos funcionários dentro da floresta. Sugerimos, então, que só entre na mata quem estiver seguro o suficiente para andar desacompanhado. É melhor, porém, não entrar sozinho. A rede de trilhas (como mostra o mapa), mantidas sempre limpas, é de 9 km com várias opções de caminhadas. A maior volta leva de 2 a 4 horas para ser completada. Enquanto a Trilha do Rio é a mais cênica, a Trilha do Morro é melhor para observar a fauna. É melhor evitar a Trilha do Rumo, a não ser que esteja interessado na vegetação encontrada nas bordas da mata ou nas terras agrícolas adjacentes. O melhor período para observar a fauna é entre 08h e 11h horas e das 14h até 17h. Apesar de ter sido intensamente explorada entre os anos 50 a 70, essa floresta abriga uma fauna e flora diversa, que inclui árvores maduras e animais tais como: macaco guigó (Callicebus melanochir), caititu (Pecari tajacu), cutia (Dasyprocta leporina), suçuarana (Puma concolor), jacupemba (Penelope superciliaris), além de inúmeros insetos, 67 espécies de anfíbios e mais de 30 espécies de cobras.

É importante lembrar:
Essa é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN Ouro Verde), onde fica proibido pela lei federal remover ou causar dano a qualquer organismo da floresta. As penalidades de qualquer transgressão são rigorosas.

  1. Não ande sozinho;
  2. Não saia das trilhas;
  3. Tenha cuidado nas pontes, podem ser escorregadias;
  4. Se tiver dúvida sobre seu paradeiro, volte pelo mesmo caminho que trilhou. Aconselhamos que imprima e carregue uma cópia das trilhas antes de visitar a floresta;
  5. Carregue um kit de primeiros socorros incluindo repelente, uma lanterna e água (não beba a água dos córregos);
  6. Use roupas adequadas, não use sandálias (lembre-se das cobras);
  7. Tenha sempre em mãos um telefone celular. Geralmente, a recepção dentro da floresta é boa, mas lembre-se que nem todos os locais têm recepção e nem todas as operadoras funcionam da mesma forma. Se precisar fazer uma ligação, continue andando e tente lugares diferentes, especialmente locais mais elevados.

Cachoeira da Pancada Grande

Cachoeira da Pancada Grande

Cachoeira da Pancada Grande

Cachoeira da Pancada Grande

Cachoeira da Pancada Grande

Cachoeira da Pancada Grande

Cachoeira da Pancada Grande