Sobre a Reserva

O que é a Reserva Ecológica Michelin?
A Reserva Ecológica Michelin (REM) é uma área protegida de 3.096 hectares que pertence às Plantações Michelin da Bahia (PMB), uma empresa do Grupo Michelin que possui mais de 100 anos de história, presente em mais de 170 países, com sede em Clermont-Ferrand, na França. A reserva engloba um mosaico de Mata Atlântica ombrófila e plantios de seringueiras nos municípios de Igrapiúna e Ituberá, a 140 quilômetros ao sul da capital baiana, Salvador. A reserva é legalmente classificada sob diversas categorias de conservação, inclusive Reserva Legal, Servidão Florestal e Reserva Particular de Patrimônio Natural. A reserva faz parte do projeto mais amplo da Michelin conhecido como Projeto Ouro Verde Bahia que inclui programas de pesquisa econômica, social e agronômica que visam estimular a economia regional e melhorar o padrão de vida dos pequenos agricultores, através do plantio de melhores variedades da seringueira.

Por que a Michelin criou esta reserva?
A Reserva Ecológica Michelin foi criada em 2005 (port. # 13294, decreto # 1.922/96) com o propósito de preservar um remanescente significativo da Mata Atlântica no sul da Bahia, conhecido por sua rica biodiversidade e suas espécies endêmicas, numa região que tem sofrido desmatamento intenso e degradação extensiva. Um dos propósitos fundamentais para a criação da reserva foi proteger a floresta de caçadores clandestinos. A empresa, porém, também encontrou aí a oportunidade para investir em reflorestamento, pesquisa ecológica e programas de educação ambiental, após ter percebido que a carência de programas nesses moldes está impedindo a gerência adequada e proteção da Mata Atlântica da Bahia. Portanto, a reserva é organizada baseada em quatro programas: proteção, restauração, pesquisa e educação ambiental. A criação da reserva faz parte da filosofia corporativa da Michelin sobre o uso sustentável de recursos naturais e práticas empresariais com responsabilidade ambiental.

Organização da reserva
A reserva é administrada pelo Centro de Estudos da Biodiversidade (CEB), formada por uma equipe de oito pessoas: o diretor da reserva (Dr. Kevin M. Flesher), o administrador (André Sousa dos Santos), quatro guardas florestais e dois atendentes na Cachoeira Pancada Grande. Além dos funcionários da Michelin, há uma equipe formada por 12 pessoas terceirizadas para ajudar com os plantios de restauração e na manutenção da infraestrutura da reserva.

Quem tem acesso à reserva?
A reserva é uma área de uso múltiplo, com um esquema de zoneamento para determinar o uso de cada área. O turismo é limitado à Cachoeira Pancada Grande e à Floresta Pancada Grande, 172 hectares acima da cachoeira no lado norte do Rio Cachoeira Grande. Cientistas com projetos aprovados e visitas programadas têm acesso a toda reserva.

REM

REM

REM

REM